SALÁRIO (MISÉRIA) MÍNIMO

     Gostaria muito de saber como é calculado o valor do salário mínimo. Suspeito que seja só um número aleatório, devaneio de algum político, talvez do presidente, em discussão com algum ministro, ou a sua mulher, ou seu psicólogo. Sei lá.

Uma cesta básica.

Uma cesta básica.

     Eu sei, porém, como se calcula a cesta básica. Se não me engano, a definição correta de uma cesta básica é “o essencial para a sobrevivência humana no tempo de um mês”. É claro que, a tal cesta só incorpora as necessidades do estômago, e o salário mesmo deve ter também em seu cálculo coisas como vestuario, higiene, educação, transporte e trocentas outras coisas mais. A cesta básica mais cara do Brasil, pelo menos até o mês pasado era a de Porto Alegre, R$ 237,45. O interessante é que em lugar algum eu achei a indicação de para quantas pessoas a cesta básica é indicada. Qual o tamanho da família que deve comsumir isso? Para um solteirão eu imagino que baste, tá tranquilo, mas e para as famílias de 15, 20 pessoas que existem pelo país afora? Será que fica apertado?

     Bem, mesmo não descobrindo de onde vem o valor do nosso saláio mínimo, que atualmente é de R$ 465,00 de acordo com a lei 11.944 de 2009, descobri que o Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese) em estudos, verificou que o custo de vida básico para o trabalhador caiu (sim, CAIU) para R$ 1,994,92 em julho. Isso levando em conta todos os fatores que eu citei acima, para a família toda e novamente, não especificado o tamanho da família. De qualquer forma, só um pouquinho mais que 4 vezes o salário mínimo atual.

     Quer dizer, nem para todos. O Portal Brasil disponibiliza uma pequena lista com os salários mínimos para áreas específicas dos estados do Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo. Fora a história do salário mínimo, que é hilária, no mínimo, mas isso eu deixo pra curiosidade alheia. Mas o Portal mostra algumas profissões que possuem um mínimo um pouco maior, mas nenhum chega perto ainda do ideal, que seria aquele que o Dieese anunciou.

     As implicações disso são muito simples. Você mal ganha o suficiente para comer, então acba portanto não tem tempo para pensar e se não pensa, não enxerga a bosta que está o nosso país. Toda a cagada que o nosso governo esta fazendo por aí. É um ciclo vicioso muito bem arranjado, deve adimitir.

     A prova disso, é que nem na cesta básica nem no salário mínimo está incluso o termo “cultura”. A cesta básica só tem comida e o salário chega a englobar “lazer”, será que alguém acha que cultura é mero lazer? Seria no mínimo revoltante.

     Lazer é quando você viaja com a família pra curtir foundue na serra, lazer é pra você senta no bar e tomar a cerva da semana ou até ir ao clube curtir uma piscina.

     Cultura é Kafka! Virginia Woolf! Vinícius! Verisimo! Cultura é ir à uma peça de teatro inspiradora. Ou assistir a um filme do Jim Jarmusch, do Tarantino e do Orwell. ISSO é cultura. Isso não só inspira, como mexe com o sentido crítico e educa, e eu afirmo com convicção que, se as crianças fossem apresentadas a esse pessoal, dentre outros, logo cedo, não precisariamos de escola. Escola seria um lugar que você vai quando você já tem certeza do que quer da vida e só quer se especializar em seja lá que diabos você quer fazer da sua vida.

     Mas infelizmente, continuamos a ser tratados como gado e nem percebemos, só seguimos a manada e buzinamos quando alguém pára no sinal por muito tempo. Esse é o ápice da revolta que o brasileiro aparentemente consegue expressar.

Tags: , , , , , , ,

6 Respostas to “SALÁRIO (MISÉRIA) MÍNIMO”

  1. Karina Mendes Says:

    Para famílias de 15, 20 pessoas, meu caro, a solução não eh cesta básica, é controle de natalidade. Além do mais, jah q a cesta não contém itens d higiene, como papel higiênico, q é o básico do básico, é bom q não tenha mt comida msm, afinal quem não come não tem o q cag… bom, vc entendeu. Esse deve ser o pensamento de nossos governantes

  2. danapeper Says:

    Eu acho que a cesta básica é pra famílias de até 4 pessoas, se eu não me engano falaram isso quando eu paguei planejamento urbano no meu curso de arquitetura (nada haver né? mas a gente se dispersava bastante nas aulas e sempre rolava um “favelão social” no meio dos debates), mas eu ando com a memória tão podrinha que o que eu falo, não se escreve em pedra!
    Ah, nosso paisão aqui tem muito o que melhorar mesmo, mas somos novos né? Ainda temos muito chão pela frente e muito o que aprender! Mas eu tô com você e não abro quando o quesito é politicagem e governantes. Eu boto todos num balaio (de porco, pra pegar a gripe suína) e não dou 1 real por ele!

    Ah, eu nunca vi Akira (não foi por falta de vontade e sim falta de tempo), mas sou louca pra ver! Está na minha lista de “coisas que eu tenho que assistir”!!!
    Ah, baixa sim o anime de Initial D! É muito legal e tem uma comédia ótima no meio, o começo parece ser meio cansativo, mas depois do 6 episodio embala! Eu superecomendo!

    E as fotos são do meu flickr sim!
    Obrigada pelo elogio!
    :D

  3. whothehelliscely Says:

    Muito bom o post, é lamentável ver que as pessoas ainda juram que cultura é só lazer.

    Fico pensando sobre a manisfestação do MST que eu acabei de acompanhar de camarote aqui na Av. Paulista, relacionando os fatos, e , bom, me deprimindo como sempre.

    Abraço

  4. Willy Barp Says:

    Duro pensar que não tao respeitando nem a mais boboinha das questões políticas:
    Mal e mal fornecem o “panen”
    se perdem bonito no “circensis”
    kkkk
    abraço.

  5. Ricardo Jevoux Says:

    Verdade. Eles nem estão se dando ao trabalho mais de tentar enganar a gente.
    Valeu!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: