RIO 2016 – O POST MAIS FÁCIL DO MUNDO

     Verdade, esse é o post mais fácil de escrever até agora. Principalmente por culpa do tema. Olimpíadas no Rio de Janeiro? HÁ-HÁ-HÁ. A gente não consegue ter um joguinho no Maracanã sem ter confusão, pelo amor de deus.

     Então o post mesmo vai ser assim, eu visitei o site Rio2016 e fui na seção Por que o Rio? e verifiquei algumas… como direi, irregularidades, mentiras, meias verdades e outras manipulações de informação. Como diria o Willy Wonka, vamos por partes.

 

“A economia do Brasil é atualmente a décima maior do mundo – com previsão de ser a quinta até 2016.”

     A previsão é risível, e a constatação de 10° lugar é a tentativa mais ridícula de forçar a barra em estatísticas que eu já vi. Pois bem, um dos maiores medidores da economia de um país é o seu PIB (produto interno bruto) e nesse quesito, realmente, o Brasil teve um resultado 0,3% melhor que a média mundial, que é de 3,2% para 2009. Significa uma melhora, mais lenta do que a dos últimos anos, mas ainda é uma melhora. Porém, o PIB pode sim, enganar em alguns momentos, pois números mentem. O PIB é modificado positivamente por alguns fatores, como os gastos do governo com a infra-estrutura. É a velha história, de quando Roosevelt começou a contratar pessoas pra quebrar a rua de noite e consertar de dia. Bem, ele não fez isso de verdade, mas a teoria é a mesma. A maior empresa do país, o governo, contrata e pronto, pessoas que ganhavam R$ 0,00 passam a ganhar algum dindin.

     Isso sem falar nos nossos pesquisadores que concluíram que quem trabalha de camelô ou de certo modo, informalmente ou aqueles que pararam de procurar emprego NÃO FAZEM PARTE NA CONTA DA TAXA DE DESEMPREGO. Por isso nós temos uma taxa de desemprego em dezembro de 2008 ficou um pouco abaixo de 8% de acordo com a Folha Online.

     Então, nós somos aproximadamente 200 milhões, sendo que até janeiro deste ano foram 43 milhões abaixo da linha da pobreza (ganham apenas pra comprar comida ou nem isso), desde lá até maio mais 1,9 milhões entraram nessa lista e 316 mil saíram dessa lista para entrar na lista dos que ganham menos de um salário mínimo, ou seja, por volta de 250 reais. Uhúl!! Sem contar aqueles que sequer entram nas estatísticas por diversos motivos. Não são acessíveis ao censo, não querem ser entrevistados (que nesse caso é a maioria por conta de insalubridade moral) ou simplesmente foram cortados. Temos por aí, uns bons 40% da população abaixo da linha da pobreza. E eu to pegando leve.

Fique tranqüilo, os links com os dados virão no fim do post, eu não estou inventando isso. Eu queria estar, mas não estou.

 

“Somos o segundo maior exportador de produtos alimentícios”

     Nem vou comentar direito. Esse é verdade. Mas não vejo muita ocasião pra orgulho. Somos o segundo maior, pois os países mais desenvolvidos trocaram suas prioridades a décadas atrás! E mesmo assim ficamos atrás da China que possui uma das mãos de obras menos especializadas e mal-tratadas do mundo em relação per capita.

 

“quinto maior mercado publicitário”

     Combina com a nossa posição de 5° maior país do mundo em quantidade demográfica. Temos uma indústria publicitária boa, pois temos um mercado consumidor grande. Não é um grande caso pra orgulho a não ser que você esnobe, “Temos os maiores reprodutores e piores controles de natalidade do mundo. Não, espera, ficamos atrás da China nesse quesito também.”

 

“Nossa economia diversificada é o motor da América Latina”

     Uma palavra: Chile.

     Até morro com traficante eles têm lá também.

 

“e um dos 10 maiores mercados consumidores”

     Excluindo aqueles que estão abaixo da linha da pobreza, fica fácil. Se espremer um pouco mais dá pra virar o 2°. É, porque a China é páreo duro.

 

 

     Ahhh isso se estende ao infinito e avante. A lista é imensa.

     Eu tentei aqui fazer uma crítica concisa, séria para mostrar o meu descontentamento em relação a, não somente termos ganho a disputa do lugar, mas também a termos entrado na disputa pra início de conversa. Vai da merda. Não precisa nem pensar no assunto. Eu não sei se vai ser televisionado, se a mídia vai ver e falar sobre, mas que vai ter, vai. Vai ter roubalheira, trapaça e… caramba, a roubalheira já começou. Empreiteiras estão se estapeando país afora para ganhar a concessão dos direitos de produzir o evento. Não é preciso ser vidente nem inteligente pra saber o fim disso!

     Falta-me certa capacidade mental pra entender a ligação do brasileiro com o esporte. Sério. Eu tenho minhas teorias, mas são só isso por enquanto, teorias. Por que, meu deus, acredita-se tanto que o esporte é a única solução e pra que tantos projetos com ligação ao esporte?

     Se o cara é fudido e não tem grana, põe no futebol pra não roubar. Se o muleque não quer ir ao colégio, põe no vôlei pra ele se disciplinar. Se a senhora tem problemas psicológicos e quer se suicidar, põe na natação pra se acalmar. Bem, na minha época porrada na cara curava esses daí, dentre outros.

     Eu posso estar exagerando nos exemplos para ridicularizar a situação, mas a verdade é que, se um em cada mil conseguirem mesmo se sobressair no esporte escolhido, talvez seja muito.

     Aliás, essa é provavelmente a explicação pra nós termos uma quantidade gigantesca de profissionais de merda no esporte. Vou falar do futebol que é o que eu mais vejo por culpa da mídia. Nossos jogadores são uns bostas. Vamos falar primeiro de qualidade. Pelé é um merda. Romário também e que eu me lembre agora o Cafú idem. Tem outros, muitos outros, mas o nome falha no momento (ah, lembrei, Kaká e Robinho). Esses daí não jogam nada, são ruins mesmo. Mas eu dou crédito, são oportunistas e sabem o valor do momento. Mas até aqui é muito achômetro sem provas, vamos falar de profissionalismo. Começando pelos clubes. Roubalheiras, falta de pagamento e, ora, ora, ligações com religião e política. Mas é claro, pode revirar qualquer monte de lixo que você encontra esses dois metidos no meio. Falando dos jogadores, a lista é interminável. Faltas, brigas em campo, falta de respeito com as autoridades (juiz e bandeirinhas), etc. Ora, eles não estão numa pelada, eles estão no trabalho. Se você vai trabalhar e grita, berra e xinga alguém no escritório, o que acontece? Demissão? Só isso? Talvez até pior, processos, justa causa, sem recomendação ou má recomendação empregatícia e por aí vai. Mas os tais jogadores, jogam como se tivessem na esquina de casa.

     Isso tudo foi com o exemplo do futebol, mas eu tenho certeza que acontece com outros esportes, como está sendo visto agora na fórmula I, por exemplo, e é óbvio, tem um brasileiro no meio.

 

     O meu maior desgosto é ver a população acatar, compreender e até gostar disso. Brasileiro parece mulher de bandido, gosta de apanhar e se fuder.

     O fato é, eu hoje ganhei um respeito imenso pela população de Chicago. Eu nunca gostei nem fui tão fã dos Estados Unidos assim, mas Chicago ganhou hoje vários pontos a favor deles, pela sua força como cidadãos, por fazer valer sua voz independente do que o governo quer e pela personalidade forte.

     Hoje, no fica meu parabéns e meu respeito às pessoas de Chicago, com certeza entraram no meu itinerário.

Links utilizados e comentados no post:

http://www.ibge.gov.br/home/

http://planetasustentavel.abril.com.br/

http://blog.blogdoempreendedor.com/2009/05/22/linha-de-pobreza/

http://www1.folha.uol.com.br/folha/dinheiro/ult91u493077.shtml

http://www.papodeempreendedor.com.br/empreendedorismo/qual-o-pib-do-brasil-e-do-mundo-para-2008-e-2009-e-o-dolar/

http://www.rio2016.com.br/pt/PorqueRio/Default.aspx

Anúncios

Tags: , , , , , , , , , , , , , ,

10 Respostas to “RIO 2016 – O POST MAIS FÁCIL DO MUNDO”

  1. Karina Mendes Says:

    Não vou nem comentar o profundo mau gosto desse post, e olha q eu geralmente sou sua maior fã, além d namorada coruja. Se vc acordou com o pé esquerdo, a população do Rio, que pode vir a lucrar com esse evento, não tem absolutamente nada a ver com isso. O Rio talvez seja uma cidade sem conserto, mas só talvez. Convenhamos q piorar ao sediar um evento de tanta importância qnt esse, não vai. Olhar só o lado negativo tb não ajuda a melhorar as condições da cidade, isso é certo.
    Qualquer coisa q traga benefícios pra cidade é bem vinda, e isso deveria ser meio óbvio.

    • Ricardo Jevoux Says:

      Wow. O número de comentários dobrou desde hoje de tarde até agora… esse post foi bom mesmo. lol
      Ta certo, que bom que vc dividiu por partes os comentários, facilita a responder também. E é claro que críticas são bem-vindas, inclusive as mais fervorosas iguais as suas, amor.
      Pra começar, eu sou mais radical que vc ao achar que a cidade do Rio de Janeiro tem concerto. Eu tenho certeza que tem. Mas não vai começar com as olimpíadas e está longe de 2016. Mas discordo da sua visão de que sediar o evento não vá piorar a cidade. Vai sim!! Pra começar por baixo, assim, bem por baixo. Vai piorar Niterói. Pô, vc mora aqui em Niterói, vc sabe o que acontece quando ocorre um grande evento no Rio. Eles fazem a maior propaganda sobre como a cidade ta mais limpa, não tem mendigos, não tem pedinte. CLARO! Eles mandam os caras pra cá!!! É sempre assim. Nesses eventos o índice de assaltos multiplicam aqui em Niterói, fica uma merda pra seuqer se andar na rua. E outra, li agora a pouco que iremos gastar 750 vezes o maior prêmio da mega-sena na história, pra produzir essa façanha olímpica. Olha que beleza. Sabe quem vai levar essa gorjeta? Sarney, família e amigos.
      Qualquer coisa que traga malefícios para a cidade deveria ser retalhada, e isso devia ser meio óbvio.

  2. Karina Mendes Says:

    Quanto à questão do esporte, é certo q o país como um todo deveria dar mais atenção à educação do q a qualquer outra coisa, mas o esporte tem sua importância. Eu prefiro ver uma criança fazendo algo produtivo, seja em qlqr esporte, do q na rua vagabundeando. A educação deveria vir em primeiro lugar sempre, mas tem q ser mt tapado pra não perceber q o esporte é sim um jeito d melhorar a vida d um monte d jovem q não teria nenhuma outra opção na vida (e aqui incluo novamente a inabilidade dos nossos governantes, q se fornecessem condições de educação ao povo estariam abrindo outros horizontes pra esses jovens q não fosse apenas o sonho d ser jogador d futebol).

    • Ricardo Jevoux Says:

      Sem comentários, perfeita a colocação. Vou até reler o meu texto. Se eu dei a entender que o esporte não produz nenhum benefício, não era minha intenção e peço desculpas. Até porque, eu mesmo agora vou precisar começar a praticar algum ou morrer de infarto fulminante.
      O que eu quis dizer realmente era exatamente o que vc disse. Que o maior problema era o exagero do foco dos nossos políticos em fazer politicagem ao tentar encorajar o povão a uma saída fácil, que seria a prática esportiva.

  3. Karina Mendes Says:

    Já no q diz respeio ao futebol, convenhamos q vc deveria ser a última pessoa nesse mundo q poderia abrir a boca pra falar desse assunto né! Vc nem sequer gosta d futebol. Dizer q não gosta até vai, mas fazer avaliação e julgamento d quem é bom jogador ou não…ah tenha santa paciência!
    Enfim, se vc agora acha q o povo d Chicago é fodão só pq não quis as olimpíadas lá, deveria rever seus conceitos, pq ateh onde eu sei, teve uma boa galera d lá q fez ateh campanha pro Rio. Por isso eles tb ganham meu respeito hj.
    Geralmente mantenho essas críticas entre a gente, meio q em off, mas dessa vez não deu pra conter. Afinal, de críticas tb se faz um blog neh!
    E de opiniões, por isso resolvi deixar a minha indignada hj.

    • Ricardo Jevoux Says:

      Verdade, eu não gosto de futebol. Mas eu assito de vez em quando e vejo a copa. E esses caras aí que eu falei é tudo perna de pau mesmo pq eu já vi jogando. Tudo marketing. E o maior deles é o Pelé. O Pelé é o rei do marketing pessoal, todo o sucesso dele se deve à mulher dele que tirou ele da cachaça e pôs ordem na carteira dele. Se não fosse por ela, ele taria igual ao Garrincha. Elogiado e esquecido. Bem, já a mulher do Garrincha, essa queria outra coisa que não era a carteira dele, por isso deixou ele na cachaça.
      hehe, engraçado, eu tava torcendo pro negócio ser em Chicago tb, igual eles torciam pra ser aqui. Acho que a gente compartilhava o sentimento de querer que alguém segurasse esse elefante branco desde que não fossemos nós mesmo.

      Seus comentários, críticas, irritações, frustações, indignações e tudo mais são sempre bem vindos, como são o de todos. Se acompanhado de argumentos, como os seus sempre são por ser uma das pessoas mais inteligentes que eu já conheci, então sempre terão espaço aqui.
      Uma pena que eu sei que a única coisa que eu nunca vou conseguir fazer nessa vida é mudar sua opinião. lol
      Não custa tentar…

  4. danapeper Says:

    “Nossa economia diversificada é o motor da América Latina”

    Uma palavra: Chile.

    Até morro com traficante eles têm lá também.

    Eu dei uma gargalhada aqui! :D
    Ah, eu nem quero começar uma discursão aqui tambem, mas resumindo bem eu concordo com você… Eu acho que copa, olimpiadas e esses outros evento são até bom pra o país, mas a gente tem tanto o que melhorar primeiro né? E eu aposto que o começo não é demolindo estádios e construindo outros pra essas festenças…

    Eu espero que esse post nao tenha feito a Karina ficar com raiva de voce viu? A gente aqui tem o costume de dizer quando a mulher ta braba com o homem que ela vai “dormir de calças jeans”!! Hahahahahaha
    Brincadeira com voces viu gente? =p

    • Ricardo Jevoux Says:

      Quer econômia mais diversificada do que isso? Copiaram até nossos defeitos.

      Eu sou contra qualquer tipo de manifestação desse gênero onde é ÓBVIO que vai haver dinheiro rolando de suborno, propina e tramoia enquanto eu estiver vendo gente morrendo de fome, primeiro na minha cidade e depois no meu país. Se todos esses problemas tivessem resolvidos, então eu apoiaria e até aceitaria que roubassem meu dinheiro. Se ta tudo bem, tô nem ai.

      Mas não, quando eu liguei pra ela agora a pouco e ela disse que tinha sentado o pau no meu post, achei que tinha sido feio. Mas ela pegou levinho. Vc ia se assustar com as nossos discussões e argumentações ao vivo. Dignas de serem públicadas por Platão.
      E por aqui a gente também usa o “dormir de calça jeans”. lol Talvez esse seja o caso, vou ligar de novo e avisar que eu respondi os comentários e ver o que acontece.

  5. Rodox Says:

    Posso até ser hipocrita, mas eu penso da seguinte forma: Por um lado é Bom pro Brasil, pois seremos o unico pais da america latrina a sediar uma olimpiada. Eu não quero fechar os meus olhos pros problemas mas se o mundo é esse que vejo eu prefiro ver o mundo do meu jeito. Até 2016 tudo será diferente eu acredito! Bom acho que o comentário não teve nexo mas é isso kkkk! Abraços e valew a visita no proibidão retorne mais vezes!

    • Ricardo Jevoux Says:

      Eu bem que gostaria de acreditar que até 2016 o brasil seria simplesmente outro, bem melhor, mas não dá mesmo. Veja 20 ou 50 anos atrás e se pensava a mesma coisa, e olha onde estamos!
      Volte vc mais vezes tb, Rodox! Passo no proibidoler sempre que vc atualiza, já ta no feed.
      Abração!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: