Posts Tagged ‘China’

DEUS NÃO EXISTE E A CULPA É DOS PANDAS

agosto 26, 2009

     Dados científicos do animal:

"Não fui eu"

"Não fui eu"

 

Reino: Animalia 
Filo: Chordata 
Classe: Mammalia 
Ordem: Carnivora 
Família: Ursidae 
Subfamília: Ailurinae 
Gênero: Ailuropoda 
Espécie: Ailuropoda Melanoleuca

 

     Características físicas:

 

Comprimento: 1.5 metros em média
Gestação: 7 a 9 meses
Cor: preto e branco
Peso: pode chegar a 150 quilos.

 

     Informações relevantes:

 

     O habitat natural do panda é numa área de florestas montanhosa no sudeste da China. Lá, eles escolhem viver dentro de cavernas ou troncos ocos de árvores. Todos os pandas fora dessa região, protegidos em zoológicos precisam que esse habitat seja reconstruído ao seu redor ou então sofrem de uma espécie de “depressão” e morrem pouco tempo após isso. – Prova N° 1

     São carnívoros, mas a sua alimentação primária é a de brotos de bambu. Também se alimentam de insetos e ovos. Com a exceção dos ovos, o bambu e os insetos dos quais o panda se alimenta se encontram única e exclusivamente na região do seu habitat. Isso faz com que seja uma espécie sem nenhum poder migratório, ou seja, se precisarem por qualquer motivo saírem da sua atual localidade, não conseguirão sem a ajuda do homem. – Prova N° 2

     Não hibernam no inverno. O pando é o único Ursidae que não hiberna. Isso o afeta de modo que, ao contrário dos outros ursos, ele precisa sair para comer no inverno. Idiota. Para melhorar a sua situação, a época do acasalamento acontece na primavera, QUANDO o panda macho tem a bondade de conseguir uma ereção, a fêmea na maior parte das vezes tem dois filhotes, que nascem no inverno. E nascem sem pêlos. Como se não fosse o bastante, alguns pandas matam suas crias. – Prova N° 3

     Expectativa de vida de 12 anos. Vou repetir. DOZE ANOS. – Prova N° 4

 

     Resumindo:

     São vários os motivos para a extinção dos pandas, a enorme maioria delas proveniente deles mesmos. Os próprios pandas se extinguiram. Uma raça completamente sem senso de sobrevivência que, ao contrário de todos os outros seres vivos do nosso planeta não possuem nenhum tipo de defesa ou estratégia para fazer uso do seu curto tempo de vida.

     O humano tem pouca culpa nessa extinção. Os pandas pararam de ser caçados há vários anos atrás quando se descobriu que a sua pele não servia para costura pois ela é muito mole, difícil de se escalpar e se desmancha com facilidade. Não é caçado por esporte também por não fornecer nenhuma resistência e nenhuma parte do seu corpo, dentes, unhas, etc., serve para absolutamente nada. Além de sua carne não ser comestível.

     De fato, se deus é onisciente, por que criaria um animal tão propício à morte? Pra que se dar ao trabalho de fazer um animal que está fadado ao fracasso assim que for libertado dos zoológicos pelos humanos? Pois esses animais que nasceram em cativeiro nunca mais poderão ser inclusos de volta em seu habitat, ou serão uma presa (mais) fácil (se é que é possível) para qualquer outro predador. É capaz de o bambu matá-lo antes de ser arrancado do chão.

     Por isso defendo a inexistência de um deus, devido à falta de adaptabilidade única nessa espécie que se encontra à beira da aniquilação. E é bem feito.

BISCOITO DA SORTE

agosto 15, 2009

     Jantei no China In Box ontem a noite. Meu biscoito da sorte me disse o seguinte:

     “Acredite na bondade da raça humana.”

     Começo a desconfiar que Paulo Coelho é o responsável pela literatura culinária brasileira.